quinta-feira, 29 de março de 2012

Impressões da prova 70-461

Hoje de manhã fiz a prova 71-461: Querying Microsoft SQL Server 2012 (que por ser beta fica com o 71 ao invés do 70) e realmente gostei do que eu vi.

Antes de fazer a prova eu sempre dou uma olhada no site da prova (http://www.microsoft.com/learning/en/us/exam.aspx?ID=70-461) e reviso as habilidades que são cobradas (skills measured). Aconselho a todos que se balizem por isso para estudar, sempre é muito certeiro.

Falar de prova beta tem um ponto negativo, pois você não sabe se passou ou não, mas claro que tem ideia se foi bem.
Quando eu marquei a prova não esperava encontrar grande dificuldade por ser uma prova que eu considero básica (já fiz uma ou duas consultas no SQL Server), e efetivamente a prova seguiu a linha que eu estava esperando. 
Então vou deixo aqui algumas impressões para o próximo candidato...

  1. A prova tinha um pouco mais de cinquenta questões e sinceramente estava esperando mais um pouco, não sei porque estava com 75 na cabeça, e foi bem abaixo disso.
  2. A prova oficial deve ter menos questões, mas para esse tipo de prova eu acho que o melhor seria manter 50 questões, pois permite avaliar o candidato em mais tópicos.
  3. A prova não apresenta grande dificuldade para alguém que já trabalha com o T-SQL, mas não deixa de ter perguntas que bem legais e, como toda prova, perguntas para atestar se o candidato sabe o mínimo.
  4. Durante a prova eu notei algumas pegadinhas, como inverter a ordem natural em que uma instrução é utilizada pelos desenvolvedores ou cobrar do candidato qual a diferença entre UDT e UDDT. Na boa, a primeira até vai para ver se o candidato está atendo, mas a segundo eu acho ridículo, é mais importante o candidato saber como e quando usar algo do que decorar qual o exato nome de uma funcionalidade.
  5. A prova apresentou as tradicionais questões de múltipla escolha, múltiplas respostas e as questões onde você monta a ordem da resposta (gosto bastante). De novidade essa prova trouxe 3 questões seguidas onde as opções de resposta são as mesmas e o que muda é o enunciado, que também achei legal mas facilita um pouco, já que o candidato pode fazer comparações e as vezes corrigir um erro que cometeu na anterior.
  6. A prova ainda conta com questões que não exigem conhecimento de sintaxe ou detalhes de uma funcionalidade, se você vive nesse planeta deve conseguir responder, apenas basta marcar uma resposta (com outras opções esdrúxulas) e pronto. São essas questões que eu acho que deveriam desaparecer das provas da Microsoft.
  7. Outro alvo de minhas críticas são algumas questões mal escritas ou que podem haver duas respostas certas dependendo do tipo de dado (ex.: date vs datetime) que não é explicitado. OK, beta é beta, vamos ver se melhora. 
  8. Pela primeira vez eu gastei todo o tempo de comentário apontando alguns errinhos na prova, frases dúbias e outras coisas que eu não gostei. Nem tive tempo de comentar algumas questões que achei fantásticas e que acho importantíssimo serem tratadas.
  9. Espero que as outras provas sejam (bem) mais difíceis, e mesmo acreditando que as provas devem ser casca grossa, ter uma prova com um nível mais básico é fundamental para aqueles que estão começando sua jornada de certificações e a trabalhar com a tecnologia.

Assuntos técnicos

  1. Não existe um assunto específico que domina a prova, temos um pouco de cada assunto e tudo muito bem distribuído, então se você não sabe uma coisinha ou outra, não deve ficar muito prejudicado.
  2. Mesmo sendo uma prova de querying, vai ser falado sobre procedures, views, UDFs, triggers, etc. Então saiba sintaxe, limitações, como e quando utilizar.
  3. Construir selects básicos não fazem parte da prova. Mas algumas coisas mais elaboradas sim, como where + group by + having, joins, apply, pivot, ranking, etc.
  4. Insert, update, delete e merge vão aparecer na prova, mas novamente com uso mais elaborado, cláusula output, dependência entre outras tabelas, etc.
  5. Escolha de tipos de dados, manipulação de datetime, criação de constraints, uniqueidentifier vs. Identity vs. Sequence, também aparecem estão presentes.
  6. Novidades do SQL Server 2012 estão espalhadas pela prova e deviam representar cerca de 8 a 10 questões na minha prova. Dê uma olhada: OFFSET FETCH, THROW, SEQUENCE, IIF, TRY_PARSE, EOMONTH, funções analíticas, WITHIN GROUP e window functions.
  7. XML também está sempre presente, nenhuma construção muito elaborada com XQUERY (que pode ficar beeeemmm complexa), mais recuperação com FOR XML e suas diversas combinações. E ah, rolou uma questão bem puxada com XSD, update de XML e XPaths.
  8. Outros assuntos que pintaram por lá: colunas computadas, níveis de isolamento, locking hints, criação de índices, non-sargs, cursores, @@error, TRY CATCH, transações, entre outros.
  9. Ver uma questão onde existem mais de uma resposta “certa”, no enunciado citar “aquela com melhor desempenho” e exigir que o candidato saiba quando um índice pode ser “ignorado” pelo SQL Server, é realmente lindo. 
  10. Uma coisa que me deixou um pouco intrigado... eu respondi duas duas questões com base em considerações pesadas: uma sobre performance de data loading com minimally logged operations e outra sobre tempdb, version store e possíveis impactos. Acho que o candidato iniciante pode chutar uma melhor resposta sem saber exatamente os detalhes que justificam sua resposta, o que é ruim, então deixei um comentário que talvez essas questões precisariam de um enunciado melhor ou se estariam na prova certa... 

Resumindo o “falatório escrito”. Gostei muito da prova, acho que é uma bela porta de entrada para os novatos e uma prova que não vai causar dificuldade para os mais experientes, trabalhando no nivelamento correto e com alguns ajustes, eu considero uma prova que atinge bem seus objetivos.

Concordo demais com a Microsoft em parar com aquela sacanagem de: fez um prova vira MCTS, mais uma MCITP. Quer ser um profissional certificado em Data Plataform, então são CINCO provas de SQL Server 2012 (http://www.microsoft.com/learning/en/us/certification/cert-sql-server.aspx#tab2).
Essa foi a primeira prova beta, que venham as próximas...

PS: O Freccia fez outra prova beta hoje e já blogou. Quer saber mais sobre a 70-462? Aqui: http://marcosfreccia.wordpress.com/2012/03/29/dicas-para-a-prova-71-642/

Bons estudos!


****************************************
Aproveitando o excelente comentário do Wellington...

Entendo qual o ponto dele, vamos supor que você passou nas provas 461, 464 e 465, que dão a você o direito de ser um profissional de desenvolvimento com SQL Server 2012, mas na sua titulação não vai aparecer nada além de um MCP. 3 provas e nenhuma "certificação"?! Eu ainda acho isso correto.

Se você é um profissional de desenvolvimento provavelmente não vai ser só um cara que utiliza o SQL Server e o T-SQL, então o que eu acho que a Microsoft deve fazer é criar a certificação Microsoft Certifed Professional Developer with SQL Server, onde além das 3 provas de SQL Server você ainda teria que fazer pelo menos uma prova de fundamentals de .NET e a prova de acesso a dados (ADO.NET). Aí sim você tem o perfil de desenvolvedor na plataforma Microsoft e sabe de SQL Server e como acessá-lo.

Sei que pode complicar um pouco o modelo, mas acredito que a melhor maneira de refletir no currículo o perfil do profissional mantendo um alto grau de especialização, é através da composição de provas, como essa que eu citei. Lembro que no passado existiam algumas provas obrigatórias e algumas eletivas para você virar MCDBA ou MCSE, acho que esse é o melhor modelo. E não so isso, existia também MCSE + Messaging ou MCSE + Security (se não me falha a memória), que eram especializações para o MCSE.

Uma coisa que eu discordo é não haver uma prova de Windows Server em Data Plataform. Não poderia ser uma prova muito difícil com troubleshooting e design de infraestrutura, mas algo que verificasse se o candidato possui conceitos como básicos, como SO (memória, processadores, paging file), I/O + storage, networking essentials, etc.

Mas ainda não resolvemos o caso do profissional que fez as 3 provas, como ele fica?! Na verdade já está resolvido, no transcript vai aparecer que o profissional fez as provas, então se eu olho isso eu já sei imediatamente o mínimo que posso esperar (e cobrar) do indivíduo, claro que não fica bonito como um título, mas em termo dos conteúdos cobertos, a validade é a mesma.

E se o recrutador não consegue distinguir isso? Bom, aí o problema é outro...


Por fim acho que ainda não temos o melhor modelo, mas acredito que um mais exigente é melhor do que o anterior. Uma coisa que não sei como vai funcionar é essa renovação de 3 em 3 anos. Acho que ainda vamos assistir muitas mudanças e o que vai valer mesmo é o transcript do candidato com seu histórico.

****************************************

****************************************
Adendo 2 [04/04/2012]

Entendo a questão do mercado, infelizmente ele é muito burro (o termo correto seria rígido? ;-)) em certas coisas. Os braindumps sempre vão continuar existindo, mas aí o problema é outro, está no caráter do profissional. Acho louvável você não os utilizar e acredito que as melhores empresas vão saber reconhecer a diferença entre um profissional certificado "for real" e um babaca. De resto vou tentar ser otimista e acreditar que a humanidade vai melhorar no longo prazo.

Sob a ótica do perfil DBA, entre as cinco provas acho que está fora do que um DBA obrigatóriamente precisa saber é a prova 70-463 Implementing a Data Warehouse with Microsoft SQL Server 2012. Saber o SSIS eu acho que é valioso, mas não imprescindível, agora DQS, MDS, SSAS? Me parece mais uma jogada da Microsoft para tentar forçar o profissional a estudar mais outras tecnologias e quem sabe adotá-las, mas realmente não deveria ser uma prova obrigatória para um DBA conseguir uma titulação.

Acho que o melhor seria se a Microsoft definisse a certificação Data Plataform com 6 provas, colocasse uma prova básica de SO como obrigatória e deixasse uma prova eletiva com escolha entre: data warehouse, infra-estrutura/SO avançado e ADO.NET.

Rodrigo, curioso ou não, estou revisando o Windows Internals! Também já estou pensando em comprar a nova edição que está para sair e agora dividiram em 2 livros, ai ai ai...

****************************************
[]s
Luciano Caixeta Moreira - {Luti}
luciano.moreira@srnimbus.com.br
www.twitter.com/luticm
www.srnimbus.com.br

11 comentários:

  1. Olá Luciano,

    Primeiramente excelente post.
    Achei muito interresante essa "fatiada" que a Microsoft fez nas certificações SQL Server e até concordo quando você fala "Concordo demais com a Microsoft em parar com aquela sacanagem de: fez um prova vira MCTS, mais uma MCITP. Quer ser um profissional certificado em Data Plataform, então são CINCO provas de SQL Server 2012"
    Mas caso o profissional de SQL Server não deseje realizar as 5 provas e sim umas três em qual titulação esse profissional se encaixa?

    Um dos motivos que achei interressante nessa "fatiada" foi que agora o profissional vai poder direcionar melhor sua carreira(Assim penso) tipo: DBA focado em administração, Desenvolvimento, BI e etc...Mas devidos a varios post que venho lendo sobre o assunto confesso que fiquei como entender como vai ficar as titulações.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Luciano,

    Agradeço pelo retorno.
    Já que já sei um pouco mais sobre o novo modelo de certificações posso falar sobre o assunto.

    Primeiramente esse novo modelo me lembra os requisisto para o certificação Master onde o profissional tem que possuir os titulos de administração e desenvolvimento. Acho estranho, essa exigência das 5 provas para obter a titulação.
    Vou citar meu exemplo, sou um profissional SQL Server voltado para parte administrativa, pois é uma area que gosto e não venho do desenvolvimento e sim de infraestrutura então na minha opnião deveria existir um titulação tanto para o profissional que optou seguir carreira de desenvolvimento ou administração. Outro posição que tenho que não é pelo fato que domino a parte administrativa do SQL Server que devo esquecer o t-sql, pois considero isso um erro fatal.
    Como esse modelo de certificação fiquei preocupado com uma questão que são as empresas tercerizadas que exigem uma titulação X, pois o contrato diz que todo profissional deve possuir a titulação X (Aqui em Fortaleza acontece muito). Então na minha opnião o que vai acontecer diante esse cenário:
    infelizmente o numero de profissional que vão utilizar os tests king da vida vão aumentar, pois eles vão obter a titulação para obter o emprego e não para seu conhecimento(mas isso vai de cada uma).
    Mas enfim o que pode observar que infelizmente apartir da versão 2012 do SQL Server vou ser apenas um MCP, pois vou fazer apenas as provas referente parte administrativa, pois não faz sentido fazer algo que não domino apenas me viro(rsrsrsrrs). E como você falou vai importar o que está no transcript e o conhecimento do DBA.
    Mas uma vez valeu pela atenção.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom os comentários....

    Concordo com o Luti com relacão ao pacotes de provas e também algo que pudesse dar ao profissional um bom conceito de SO. Acho que a certificação de DBA deveria ser como era a antiga certificação de MCSE. Quando tirei a minha lá em 2000, ainda no velho NT, lembro que tive que fazer uma bateria de cursos e exames. Um curso que nunca me esqueço foi o conceitos básicos de rede e TCP/IP. Um curso excelente e que até hoje guardo o material...sabe aquela coisa que vc apredendo o conceito e vai ter servir para a vida inteira.. pois é.
    Todos dizem que para ser um bom DBA vc precisa conhecer SO...entao também acho que falta isso na certificação de SQL. Isso sem dúvida formaria DBA bem mais preparados para o mercado.

    abs
    Nilton Pinheiro

    ResponderExcluir
  4. Legal o conjunto post + comentários.

    rsrsrs. Vou fazer duas esse mes (SQL e Adm) e quem sabe a MCTIP do 2008 ... :-) (Pratice MODE Running...)

    Resolv comentar sobre o lance do DBA formado.
    Eu concordo muito com o Nilton sobre o DBA saber SO... Nossa, eu estou a pouco tempo de começar a ler meu novo gagdet: Windows Internals... Minha cabeça nao ta me deixando em paz ("leia esiva se livro, leia esse livro")... Estou vendo que a cada dia que passa preciso mais entender os conceitos e modo de funcionamento do Windows...


    E do mesmo jeito nessa linha do SO, acredito tambem que o DBA deva tambem saber T-SQL. Geralmente os desenvolvedores vem a voce perguntando como e o melhor jeito de fazer isso e aquilo... Eles confiam no DBA pra isso.

    Tudo bem que o DBA nao é um fazedor de queries, mas acho que ele tem que saber um pouco, ou um muito, mais do que o baixo-clero (desenvolvedores,hehe)

    Eu tenho toda uma taradisse por perfomance de banco, e especialmente quando o desafio é a perfomance de uma querie... Estou num caminho muito longo, e estou vendo que a cada dia, descubro novas tecnicas para se escrever queries no minimo "legais" ...

    Eu falo assim porque, pelo menos comigo, grande parte de problemas de perfomance que encontrei no SQL era/são relativos a queries mal feitas...

    Bom minha experiencia com banco nao é das maiores, por isso nao uso isso como justificava do porque acho que o DBA deve saber queries... Varia de caso pra caso...

    Fico com o gosto pessoal mesmo... :-)

    Um abraço a todos, e mais uma vez o mestre luti ajudando a gente com seus posts!!!

    ResponderExcluir
  5. No site http://dotnetsql.com.br tem bons simulados e em português para algumas provas de SQL e asp.net.

    Achei as provas abaixo no site.

    70-432 - MCITP Database Administrator SQL Server 2008

    70-410 Installing and Configuring Windows Server 2012

    70-515 - Web Applications Development with Microsoft .NET Framework 4

    70-433 - MCTSMicrosoft SQL Server 2008

    ResponderExcluir
  6. Pra quem está estudando para essa prova, tem um ótimo simulado em Portugues pra ela no http://www.iheadgo.com . Vale a pena!

    ResponderExcluir
  7. Boa noite! Na sua opinião, o melhor seria fazer a prova em português ou em inglês? Mexo com SQL Server em inglês, só que meu inglês é bem básico.

    ResponderExcluir
  8. Oi Aline, recentemente gravei um vídeo sobre certificações, onde falo um pouco sobre isso. Minha sugestão é manter a prova em inglês... Veja aqui: http://luticm.blogspot.com.br/2015/02/video-01-certificacoes-i.html

    []s
    Luti

    ResponderExcluir
  9. Olá, me ajuda em uma duvida, se eu passar apenas na prova 70-461 eu não terei certificação nenhuma? E depois se eu passar também na prova 70-462, eu tenho esses dois certificados ou comprovantes? É porque a principio só queria fazer essas duas provas mas se não me der certificação nenhuma nem nada eu nem vou adiante nesse momento... vlw, abs

    ResponderExcluir
  10. Download updated PDF file of 70-461 exam from Dumps4download.us they provide valid 70-410 dumps questions with answers.

    ResponderExcluir