domingo, 8 de novembro de 2009

SQLPASS Summit 2009 - Dia 03

Hoje o dia começou com mais uma sessão de keynote e, devo dizer, eu não gosto muito de keynotes pois é muito marketing das novidades. Dei uma passada na sala algumas vezes para ver como estava e vi slides já conhecidos e o pessoal falando do algumas "novidades" de BI, muito do que eu já havia visto com o projeto Gemini.

Logo em seguida eu fui assitir a uma sessão sobre o SSIS: Applied SSIS Design Patterns. De acordo com o nome da sessão eu esperava discutirmos diferentes padrões, como carregamento incremental, Slow changing dimensions, manipulação de arquivos e por aí vai. O palestrante citou o padrão de incremental loading, falando sobre uso do CDC, timestamp ou hashing, mas depois ele ficou mostrando alguns truques que utilizou no SSIS e outras descobertas bem interessantes.
Apesar da sessão ter sido divertida, o tópico padrões - o que realmente me interessava - acabou ficando em segundo plano, e pelas minhas pequisas com o SSIS eu tenho percebido que não existem padrões bem definidos. Eu faço as minhas maluquices no SSIS (algumas considero bem interessantes), outros inventam coisas diferentes e no fim é a liberdade de desenvolvimento e experiência que conta. Sei que o time de consultoria da Microsoft possui um toolkit do SSIS e alguns padrões, mas não sei detalhes de cada um deles. O botton line para mim que fica é: vou mostrar ao mundo o que estou fazendo e quem sabe não sai daí um padrão ou dicas bem interessantes...

Após o almoço acounteu uma sessão que eu estava esperando bastante, com o Ben Nevarez: How the query optimizer works! Novamente a expectativa me pregou uma peça, a sessão foi interessante, mas não tinha nennuma novidade. Eu e outros que assistiram a palestra ficaram com a mesma impressão, que ele poderia ter explorado melhor demos, o assunto e a abordagem da palestra, que num tom de voz único deixou todo mundo cansado. Eu consideraria a palestra nível 300, não 400 como definido.

De última hora eu troquei uma palestra de SSIS por uma feita pelo Jonathan Kehaylan - Opening the SQL Server 2008 troubleshooting toolbox: an introduction to Extended Events. Apesar da palestra conter o nome "Introduction", não se engane, foi um nível 400 dos bons! Depois de um início um pouco devagar, o Jonathan embalou e, com a ajuda de alguns desenvolvedores do time de produto responsáveis pelo ExEvents (que estavam sentados atrás da gente!), ajudou-nos a entender como a coisa funciona e parte do seu poder. Os eventos ainda não possuem uma boa documentação, sendo colunas de descrição nas tabelas sys.dm_xe_****** a única fonte de informação, mas desde a primeira vez que vi isso no SQL Server 2008, já pude notar o excelente nível de detalhamento (está documentado em um webcast!).
Para quem não sabe, os ExEvents são uma maneira de coletar informações detalhadas do SQL Server, mais leve que o SQL trace, com mais informações e excelente para troubleshooting. O potencial é enorme e pouca gente sabe disso, então é um assunto que está na minha pauta para ser detalhado no curso de internals e tuning. Para ajudar, o Jonathan montou uma ferramenta que está disponível no codeplex, chamada de Extented Events Information (um add-on do SSMS) que parece bem bacana, vale a pena conferir!

Para fechar o dia, fui assitir o Erik Veerman na sessão Data Profiling and Cleansing with Integration Services 2008. A sessão foi bem legal, nada muito aprofundado no funcionamento do SSIS (já que não era objetivo da sessão), mostrando principalmente algumas técnicas de limpeza usando fuzzy lookup e fuzzy grouping. Mas além de ver a ferramenta eu gosto das dicas que a experiência ensina e esse pessoal nos passa, como por exemplo: você poderia fazer o matching de todos os seus registros contra uma fonte específica usando o fuzzy lookup, mas se você fizer primeiro um lookup (que é exato) e depois somente aplicar o operador de fuzzy para os registros sem pares (no matching) seu pacote será mais otimizado! Mesmo usando dois operadores a mais, o de lookup comum e o union (que juntará a saída dos dois lookups), interessante não?

Depois de um dia cansativo no evento, tivemos a noite de confraternização do Summit, onde eles fecharam o GameWorks - loja de fliperama que fica ao lado do centro de convenções - e ficamos lá algums horas comendo, bebendo e jogando tudo o que der vontade, não preciso dizer que foi massa!

[]s
Luciano Caixeta Moreira - {Luti}
Chief Innovation Officer
Sr. Nimbus Serviços em Tecnologia Ltda
luciano.moreira@srnimbus.com.br
www.twitter.com/luticm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário